PORQUE É QUE O HÓSPEDE É TÃO IMPORTANTE?

Já tiveste a experiência de investir em equipamentos mais eficientes, comunicar isso aos teus hóspedes, os verdadeiros utilizadores dos recursos, demonstrando o teu compromisso com a sustentabilidade e depois os consumos, desse mesmo recurso, dispararem em vez de diminuírem?

Lamento informar-te, mas não és o primeiro, nem serás provavelmente o último.

O que acontece é que os hóspedes até reconhecem o mérito e o teu esforço por investires em equipamentos mais eficientes e ficam realmente satisfeitos por te terem escolhido a ti, mas depois de o saberem, sentem frequentemente que já fizeram a sua parte ao escolher um alojamento com este tipo de preocupações.

Esta escolha acaba por servir de “desculpa” para eles próprios, sempre que tomam um banho mais prolongado, ou se preocupam menos com as lâmpadas que ficam ligadas, sem que seja necessário.

A verdade é que eles nunca saberão o resultado desses comportamentos menos sustentáveis, que reflectem consumos reais de recursos – água e energia, e que virão reflectidos depois nas contas que irás receber no final do mês.

Frequentemente, a lógica deles é “eu sou sustentável porque estou num alojamento sustentável”. Mas isso está longe de ser verdade.

MAS ENTÃO VALERÁ REALMENTE A PENA INVESTIR?

A resposta é clara, e sim pois então. Não vais deixar fazer a tua parte! A questão é que precisamos de trazer o hóspede para o “teatro das operações”.

O hóspede tem de ser considerado A peça fundamental, quando definimos uma estratégia para tornar a nossa unidade de alojamento mais sustentável.

O HÓSPEDE COMO PEÇA CENTRAL

Temos de parar de ignorar o hóspede enquanto peça do funcionamento da nossa unidade de alojamento. A forma como o envolvemos, e literalmente, utilizamos a sua estadia, para alcançar os nossos objectivos é determinante para os resultados que procuramos alcançar.

Por isso a metodologia da The Great Village faz do hóspede uma peça central. Ele será, em conjunto com as melhorias que implementares no teu alojamento, o agente de mudança e de criação das eficiências que procuras.

Em resumo: a verdade, é que será o teu hóspede quem te vai ajudar, para que as tuas contas sejam menores hoje. E desta forma, a conta que todos teremos de pagar daqui a 10 anos, será muito inferior às actuais expectativas.

Todos precisamos de contribuir.

Tiny habits. Big impact. Lembra os teus hóspedes disso!

Contacta-nos se queres saber mais sobre como te podemos ajudar.

SERÁ QUE QUERES MESMO UMA CERTIFICAÇÃO?

Sentes-te numa encruzilhada e apesar de saberes que precisas de tomar medidas para aumentar a dimensão da sustentabilidade ambiental do teu alojamento, não sabes muito bem o que fazer, nem se o melhor passo será uma Certificação…

E será que a Certificação é o único passo? E que Certificação? E quanto é que isto me vai custar?

Compreendo perfeitamente as tuas angústias e acredita, que não és o único a passar por isso.

OS LOGOS, SÊLOS E MARCAS

Hoje, existem no mercado largas dezenas de logos, sêlos e marcas que vendem a sustentabilidade a alojamentos ou operadores, com preocupações de carácter ambiental e eventualmente social e económico também. Estas dezenas são na realidade cerca de 200, e todos eles com a pretensão de ajudar o viajante a escolher as opções mais sustentáveis.

Apesar de eles existirem e terem, acredito, que na sua maioria um objectivo nobre, não é de todo claro que critérios seguem, tornando-se naturalmente difícil para o consumidor comum perceber em qual ou quais pode realmente confiar.

VIVEMOS UMA EMERGÊNCIA E CADA VEZ SOMOS MAIS EXIGENTES

Na verdade, a cada vez mais frequente exigência dos consumidores por produtos e serviços mais sustentáveis não só tem seguido uma tendência crescente como nos últimos anos teve um boom.

Um dos resultados menos positivos deste crescimento foi o “greenwashing”, ou seja, cada vez existem mais empresas a alegar a sustentabilidade dos seus produtos ou serviços, sem que isso se verifique na realidade ou sem que existam evidências objectivas disso mesmo.

O objectivo é criar a percepção de que os produtos ou serviços são ecológicos ou sustentáveis, para obter mais vendas, sem que isso traduza a realidade desses mesmos produtos ou serviços e se manifeste em ganhos efectivos na redução do impacte destas actividades.

A RESPOSTA DA THE GREAT VILLAGE

Foi também da interiorização destes factos que surgiu a ideia da The Great Village e da Proposta de valor.

Não temos uma certificação para ti. Temos sim uma metodologia inovadora que te vai ajudar a diferenciares-te, que garante o envolvimento dos teus colaboradores e hóspedes, e te dá resultados mensuráveis, que irão traduzir eficiências.

A gestão operacional desta solução não exige um gestor dedicado pois a gestão será feita por todos os intervenientes, incluindo os teus hóspedes.

CONCLUSÃO

A certificação não é seguramente o único caminho e o futuro será de quem conseguir apresentar resultados, que no “fim do dia”, traduzam ganhos de eficiência e a satisfação dos clientes, e que sejam visíveis por todos.

E porque nesse lugar, que ainda está longe de ser comum, vais sentir que estás a contribuir para algo maior e para deixarmos um mundo melhor que aquele que encontrámos.